Gasolina sobe pela segunda semana em todo o Estado

O preço médio da gasolina aumentou pela segunda semana. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis entre a semana do dia 1º ao dia 7 de abril.

No Estado de São Paulo, a média de preços do combustível passou de R$ 3,99 para R$ 4,009. O valor médio para a cidade de Mococa se manteve de uma semana a outra, com o preço de R$ 3,947.

Entenda como é calculado o valor das refinarias até o consumidor final, acesse: valor da gasolina nas refinarias

Etanol e Gás de Cozinha

etanol, no Estado de São Paulo, continuou estável, com o valor médio de R$ 2,87. Em Mococa, o valor médio do Etanol foi de R$ 2,79 – as mesmas médias de preços em relação à semana anterior.

O gás de cozinha fechou com a média de R$ 65,28, inferior à semana do dia 25 ao dia 31 de março, segundo a ANP, em todo o estado. Já em Mococa, o valor médio foi de R$ 69,60 na última semana.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado pelo UNIFAE Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Anúncios

Concursos: Polícia Civil, ETEC Casa Branca

A Polícia Civil do Estado de São Paulo, através de edital, divulga concurso público para provimento de vagas de nível superior (graduação) aos cargos de Escrivão e Investigador de Polícia. A informação foi publicada no Diário Oficial nesta quarta, dia 5. 

Das 1.400 vagas anunciadas, 800 são para atuar na área de Escrivão, com 40 delas destinadas a deficientes, e as outras 600 são de atuação na área de Investigação, com 30 para candidatos deficientes.

A classificação no concurso se fará por cinco etapas, independente do cargo pretendido: prova de múltipla escolha, prova escrita, comprovação de idoneidade e conduta, prova oral e apresentação de títulos – doutorado, mestrado, especialização, livro e artigo.

A prova de múltipla escolha poderá ser realizada nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo, Piracicaba e Sorocaba.

As  inscrições serão permitidas a partir do 16 de abril, no site Vunesp. A previsão de aplicação da primeira etapa do concurso é dia 10 de junho de 2018. O valor de inscrição para as duas candidaturas é de R$ 81,84.

ETEC Casa Branca

A Escola Técnica Estadual, ETEC, de Casa Branca abriu oportunidades de trabalho para os cargos de professores. O processo seletivo será para o provimento de vagas em cadastro reserva. 

Casa Branca – Etec  Doutor Francisco Nogueira de Lima

  • Biologia
  • Química; As duas para os cursos  Informática Integrado ao Ensino Médio (ETIM), Ensino Médio – BNC/ PD
  •  Física
  • Matemática
  • Língua Estrangeira Moderna – Inglês e Comunicação Profissional
  • Língua Portuguesa, Literatura e Comunicação Profissional
  • Tecnologia de Bebidas e Fermentados
  • Gestão Operacional em Serviços de Alimentação
  • Educação Nutricional em Saúde Pública
  • Gestão Empresarial e Meio Ambiente e Segurança do Trabalho; todas para os  cursos de Informática Integrado ao Ensino Médio (ETIM), Ensino Médio – BNC/PD, Administração Integrado ao Ensino Médio (ETIM/ MTec), Alimentos, Nutrição e Dietética e Segurança do Trabalho.

As inscrições para o processo seletivo poderão ser realizadas na sede da respectiva ETEC até o dia 16 de abril. O valor pago pela hora-aula será de R$ 18,35.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado em Comunicação Social: Jornalismo pelo UNIFAE – Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Correios proíbem postagens de objetos líquidos e gasosos

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, Correios, comunicou nesta terça-feira, 3, que estão proibidas encomendas que contenham objetos líquidos ou gasosos. A medida visa à prevenção de incêndios e à proteção de funcionários, integridade do patrimônio e dos objetos confiados.

“Conforme a Lei nº 6.538/78, a empresa não aceita a postagem de remessas contendo substância explosiva, radioativa, corrosiva ou facilmente inflamável, cujo transporte ou armazenamento constitua perigo ou possa danificar outro objeto. Um exemplo de substância proibida é o peróxido de hidrogênio, também conhecido como água oxigenada.”, descreve os Correios em seu site oficial.

A proibição abrange, principalmente, produtos higiênicos que possuam acetona e medicamentos que possuam compostos de formol, éter e álcool. Os itens não restritos ao envio, segundo a empresa, são cosméticos, perfumes, bebidas, líquidos alimentícios, suplementos, material biológico, tintas e toner de impressoras; essências, ceras, detergentes, amaciantes e sabão líquido, produtos para manutenção de aquários e tintas para tatuagem.

Os Correios explicam que objetos identificados como nocivos serão descartados, sem nenhum prejuízo à empresa. “Cabe esclarecer que o remetente é responsável por quaisquer declarações falsas quanto ao conteúdo de objetos postados nos Correios, inclusive no que se refere a artigos proibidos e/ou perigosos, que possam colocar em risco a segurança dos empregados e da própria empresa, estando sujeito à aplicação de penalidades legais.”, afirmam.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado em Comunicação Social: Jornalismo pelo UNIFAE – Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Preços médios da Gasolina e Gás de Cozinha aumentaram no Estado. Em Mococa, valor do Gás de Cozinha recuou, segundo a ANP

O preço médio da gasolina aumentou nessa última semana, do dia 25 ao dia 31 de março. Os dados são da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

No Estado de São Paulo, a média de preços do combustível passou de R$ 3,98 para R$ 3,99. O valor médio para a cidade de Mococa também foi reajustado, com variação de R$ 3.935 para  R$ 3,947.

Entenda como é calculado o valor das refinarias até o consumidor final, acesse: valor da gasolina nas refinarias

Etanol e Gás de Cozinha

etanol, no Estado de São Paulo, continuou estável, com o valor médio de R$ 2,88. Em Mococa, o valor médio do Etanol foi de R$ 2,78 – as mesmas médias de preços em relação à semana anterior.

O gás de cozinha fechou com a média de R$ 66,05, segundo a ANP, em todo o estado. Já em Mococa, o valor foi de R$ 71,60 para R$ 69,60, uma diferença de dois reais no preço do gás.

Gabriel Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado pelo UNIFAE Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Concursos: Prefeitura de São José do Rio Pardo, Polícia Militar do Estado de São Paulo e ETEC de Mococa e Vargem Grande do Sul

A prefeitura de São José do Rio Pardo anunciou um novo concurso nessa quinta-feira, dia 29 de março, para o provimento de 36 vagas, inclusive vagas para especialidades em medicina.

Os cargos apresentados são de níveis fundamental, médio, técnico e superior. 

Fundamental

  • Inspetor de Alunos


Médio-Técnico

  • Secretário de Escola
  • Auxiliar de Desenvolvimento Infantil
  • Auxiliar de Consultório Dentário
  • Fiscal de Obras
  • Técnico em Farmácia
  • Técnico em Informática


Superior

  • Agente de Fiscalização Municipal,
  • Assistente Social
  • Auditor Fiscal
  • Coordenador Pedagógico
  • Engenheiro de Segurança do Trabalho
  • Fisioterapeuta
  • Fonoaudiólogo
  • Médico Veterinário
  • Terapeuta Ocupacional
  • Médico Auditor
  • Médico Autorizador
  • Cardiologista
  • Clínico Geral
  • Dermatologista
  • Médico do Trabalho
  • Endocrinologista
  • Geriatra
  • Ginecologista
  • Obstetra
  • Mastologista
  • Nefrologista
  • Oftalmologista
  • Oncologista
  • Otorrinolaringologista
  • Pediatra
  • Pneumologista
  • Psiquiatra
  • Reumatologista
  • Ultrassonografista
  • Urologista

O salários variam entre R$ 1.075,65 a R$ 2.452,14, com carga de 30 a 44 horas semanais. No caso das especialidades médicas, o valor pago será de R$ 37,76 a hora, com carga horária entre 10 a 20 horas semanais. Assistente Social, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo e Terapeuta Ocupacional terão por horas pagas o valor de R$ 17,65.

Por fim, ao cargo de Médico Veterinário, será pago o valor de 18,87, com carga horária de 20 horas semanais.

As inscrições podem ser feitas através do site Sigma RH a partir do dia 4 de abril. A previsão de aplicação da prova é 27 de maio, domingo.

ETEC de Vargem Grande do Sul e Mococa

As Escolas Técnicas Estaduais, ETEC, de Vargem Grande do Sul e Mococa abriram oportunidades de trabalho para os cargos de professores. O processo seletivo será para o provimento de vagas em cadastro reserva. 

Mococa – ETEC João Batista de Lima Figueiredo

  • Atualidades e Dispositivos Móveis
  • Desenvolvimento de Software
  • Geografia
  • Instalações Elétricas Industriais
  • Manutenção de Periféricos II
  • Química
  • Técnicas de Programação para Internet I
  • Tecnologia de Materiais Mecânicos II
  • Tecnologia de Materiais Mecânicos II e Linguagem
  • Trabalho e Tecnologia; todas para os cursos de Manutenção e Suporte em Informática, Informática Integrado ao Ensino Médio (ETIM), Ensino Médio – BNC/ PD, Eletrotécnica, Mecatrônica e Automação Industrial – disponíveis até o dia 10 de abril.

Vargem 

  • Análises Físio-Químicas de Águas e Efluentes
  • Ética e Cidadania Organizacional
  • Geografia
  • Matemática; todas para os cursos de Meio Ambiente, Informática, Base Nacional Comum e Ensino Médio – BNC/PD – disponíveis até o dia 9 de abril.

As inscrições para o processo seletivo poderão ser realizadas nas sedes respectivas de cada ETEC. O valor pago pela hora-aula será de R$ 17,15.

Polícia Militar

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abriu concurso para 2.700 vagas para o cargo Policial Militar. As exigências para concorrer a uma das vagas é ter, no mínimo, 17 anos e, no máximo, 30 anos.

As inscrições podem ser realizadas através do site Vunesp até o dia 19 de abril. A remuneração inicial é de R$ 3.049,41.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado pelo UNIFAECentro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Bandeira tarifária permanece verde para o mês de abril. Consumidores não pagarão custos adicionais

Gastos excessivos na conta de luz e energia não neste mês de abril. A bandeira tarifária, da conta de energia elétrica, continua na cor verde, o que significa que não haverá cobrança adicional nos gastos com energia. A informação é da Agência Nacional de Energia Elétrica, ANEEL.

Luz Grafico

  • Na bandeira tarifária vermelha, há o uso de termoelétricas para gerar energia. Quanto maior o patamar, maior o gasto e mais cara é a geração de energia por parte da termoelétrica em questão.

A partir da intensificação das chuvas nas semanas anteriores, foi possível a recuperação dos reservatórios das hidrelétricas no país, fator que impede o uso de termoelétricas, que produzem energia mais cara.

entenda_as_cores_das_bandeiras

Segundo o site G1 de notícias, a Aneel pretende implantar o sistema de Tarifa binômia, que permitirá aos consumidores, com poucos aparelhos eletrodomésticos, pagar mais barato pela força. “Com a tarifa binômia, a lógica é que os grandes consumidores passem a pagar mais pelo serviço porque exigem um maior investimento das distribuidoras para atender à sua demanda. E, quem usa menos energia, pagaria menos.”, citação escrita por G1 de Notícias.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado pelo UNIFAE – Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

Grupo Família Rio-pardense promove pesquisa sobre necessidades municipais no Facebook

O grupo Família Rio-Pardense, no Facebook, publicou uma enquete para compreender quais as principais necessidades da população rio-pardense.

“O objetivo é de conhecer qual a prioridade do rio-pardense no cotidiano, algo genérico, saber o que eles mais precisam.”, afirma Maurício Ferreira, administrador do grupo.

Através da pergunta: “Qual o maior problema da sua cidade?”, a enquete apresenta as seguintes opções de resposta: Habitação/Empregos, Educação/Lazer, Abastecimento/Água, Segurança/Saúde, Acessibilidade/Ruas Esburacadas, Energia/Iluminação, Corrupção, Saneamento/Limpeza e Coleta de Lixo, Poluição/Área Verde, Alagamentos. A possibilidade é de escolher mais de uma opção por voto.

Marcos Vinícius Vergílio, rio-pardense, escolheu as opções Habitação/Empregos, Educação/Lazer, e relata que a cidade carece de oportunidades de trabalho, além de pontuar que a educação deve ser estimulada. “Acho que a cidade precisa de mais educação, um ensino de qualidade; mais empregos, porque tem bastante pessoas desempregadas. No caso de habitação, há pessoas morando nas ruas.”, declara Vinícius.

A pesquisa foi publicada em 19 de outubro de 2016 e possui 401 votos válidos. As opções que tiveram mais participantes são Habitação/Empregos, com 164 votos, Educação/ Esporte, com 65 votos, e Abastecimento/Água, com 52 votos. 

“A intenção é que, a partir desses apontamentos, possamos começar a melhorar essas áreas defasadas em São José.”, explica Maurício.

Outra Pesquisa – Em sua opinião, o que faria São José voltar a crescer?

Em fevereiro deste ano, Fabrício Sousa também publicou uma pesquisa para conhecer a opinião do povo em relação à cidade. Com a pergunta: Em sua opinião, o que faria São José voltar a crescer?, os rio-pardenses fizeram apontamentos parecidos com aqueles da enquete de Maurício.

“Todos nós pensamos iguais quando os quesitos são emprego, política, economia, saúde e infraestrutura. Eu vejo que alguns pensam em tirar o prefeito, eu já não penso assim. Eu penso em um crescimento para nossa cidade com a colaboração de todos, principalmente daqueles que foram escolhidos pra nos representar na Câmara e na Prefeitura.”, diz Fabrício.

A matéria completa pode ser lida clicando – Em sua opinião, o que faria São José voltar a crescer?

Gabriel Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado pelo UNIFAE Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE