A invenção de Darlineudo – adeus carregadores de celulares de cabo

Esperei. A bateria do celular estaria totalmente carregada em apenas minutos. Já eram 8 da noite.  Ainda com resquícios de luz solar sobre céu, em São José do Rio Pardo, interior de São Paulo, graças ao horário de Verão: “Todos adiantem seu ponteiro em uma hora!” Com o celular pronto, começaria a escrever: este mês foi incessantemente cansativo, embora, de forma amistosa e divertida, teria produzido um trabalho jornalístico relacionado à fome e à pobreza de minha cidade. Assim como este jornalista, quiça um inventor; eu, o primeiro, o Darlineudo, o segundo. 

Inicia-se, 10 de Fevereiro de 2019:

Darlineudo Sousa, cearense, apresentou, através de um vídeo, um novo conceito prático de carregar um celular. Desta forma, os carregadores tradicionais seriam abolidos. Darlineudo explica: “A minha ideia é que você carregue na tomada, sem nada para auxiliar”. Com a proposta, a garantia de menor quantidade de objetos utilizados por um smartphone se tornaria viável. 

Darli

Darlineudo: Minha ideia surgiu da dificuldade em carregar o celular em locais que não fossem o ambiente residencial, tais como: locais públicos, locais de trabalho, áreas de lazer e centros comerciais.

O suporte criado já é popular. No perfil pessoal de Darlineudo, mensagens de pessoas que se interessaram pelo produto.  Nada de absoluto fechado. Entre Darlineudo, quando conversamos, havia desconfiança, isso nas primeiras semanas que o contatei, porque, de repente, aparecer alguém que se autodeclara ter uma profissão que conta histórias, prazer, jornalista. O cearense preferiu o e-mail ao messenger. No sábado, enviei o e-mail, no domingo, fui respondido.

Gabriel: – Como foi o processo de criação da peça?

Darlineudo: – O processo de criação não foi tão complexo porque já tenho afinidade com essa área de inovação por ser Técnico em Eletrônica e trabalhar como Analista de Automação. 

O vídeo do carregador-tomada alcançou 4 milhões de vistos e mais 293 mil compartilhamentos. Número expressivo, repercussão inimaginável. A expressividade que chamou atenção daqueles que queriam sociedade, financiamento, representação, defender judicialmente, de todo o Brasil, de outros países, além de mensagens de apoio e incentivo. 

Te.png

O moço, de 32 anos, pediu que seu invento, aliás, ainda sem um nome definido, fosse patenteado pelo Inpi. Está a caminho. Ele somente depende da negociação com uma empresa para produção de exemplares e vendas. 

Darlineudo: – Tenho certeza que esse produto, quando estiver disponível no mercado, será sucesso,tal qual já está sendo muito procurado.

Eu sou Jornalista de sempre, Gabriel Fécchio!

Anúncios

Um comentário sobre “A invenção de Darlineudo – adeus carregadores de celulares de cabo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s