Cartório Eleitoral de São José do Rio Pardo abre no Feriado. Eleitores têm até dia 9 para regularizar situação eleitoral, afirma diretor do cartório

O prazo para o eleitor realizar qualquer tipo de operação eleitoral termina no próximo dia 9, quarta-feira, mas, até lá, o cartório está disponível para os preparativos de 7 de outubro, data de previsão para as eleições 2018.

José Valdir Calado, diretor do Cartório Eleitoral em São José do Rio Pardo, explica que a população tem procurado o cartório para fazer as mais diversas operações, entre elas a biometria e a transferência de título. “Só nessas últimas semanas, temos uma demanda de 80 a 90 pessoas por dia.”, declara Valdir.

O diretor do cartória descreve que o cartório eleitoral de São José do Rio Pardo estará aberto neste feriado, dia 1, para qualquer procedimento. “Lembrar, também, que, nos dias 5 e 6 de maio, sábado e domingo, o TSE já determinou que a justiça eleitoral auxilie todo o Estado de São Paulo.”

Eleitores com Deficiência

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo informa sobre a necessidade de transferência de título para eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida. Segundo José Valdir, aqui em São José, as sessões já são organizadas para que esses eleitores possam votar.

“Em locais que há térreo e andares superiores, como as escolas Cândido Rodrigues, Euclides da Cunha, o indivíduo portador de deficiência já é acomodado  na parte inferior, com mais facilidade de acessibilidade, ou seja, não precisa transferir o título para sessões acessíveis. Na verdade, isso é uma realidade de cidades grandes. Em São José, já é mais fácil”, afirma.

Acima dos 70 anos

O diretor do cartório, em entrevista ao jornalista Gabriel Fécchio, disse que aqueles com idade igual ou acima de 70 anos, que não fizerem o cadastro biométrico, não perderão qualquer benefício relacionado à aposentadoria ou a ter o cancelamento do Cadastro de Pessoas Físicas, CPF, em São José, uma vez que é um grupo com voto facultativo.

“O que acontece: o banco de dados existente nos cartórios eleitorais é o mais completo que existe. Normalmente, outros órgãos, como a Polícia Federal e a Receita Federal, cruzam essas informações a fim de relacionar usuários. No caso da Receita Federal, quando há a informação toda, o usuário pode ter algum problema relacionado à débitos, ou até mesmo problemas com a justiça eleitoral. É nesse momento que pode haver o cancelamento de CPF, mas não pelo não cadastramento biométrico.”

A Biometria é obrigatória em algumas cidades do Estado de São Paulo e em outros Estados. Em São José, a Biometria ainda não é obrigatória. O eleitor que decidir pela biometria deverá agendar pelo site do TRE-SP.

“Como o voto em São José ainda permite o sistema comum, votos pelas urnas, então, aqueles com 70 ou mais, não precisam optar pela biometria. Quando for obrigatório o cadastramento, com o voto biométrico, independente da idade, quem quiser votar ou continuar votando terá que ter a biometria.”, informa José.

Gabriel H. S. Fécchio – Jornalista
MTB: 0085536/SP
Graduado em Comunicação Social: Jornalismo pelo UNIFAE – Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino – FAE

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s